quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Exemplo de Relatório de Atividades Pedagógicas


Creche Municipal Vivendo a Infância
Jaqueira-PE
Relatório de Atividades Pedagógicas do ano de 2011.

                                Em 2011 a Creche Municipal Vivendo a Infância foi marcada pela redefinição de ações em torno de Projetos didático-pedagógicos, passeios pedagógicos, rearticulação de festas e eventos recreativos focalizados no desenvolvimento da criança e pautados na interdisciplinaridade dos eixos norteadores do Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Assim, concentraram-se esforços na realização de projetos ressaltando as datas comemorativas. O sentido maior de cada iniciativa foi possibilitar uma prática pedagógica criativa e motriz, impactando positivamente a comunidade que atendemos. Nosso objetivo maior concentra-se em contribuir para a redução da desigualdade social e propagar um ensino de qualidade em abordagem interdisciplinar e lúdica que oferte às crianças a oportunidade de construírem seu conhecimento por meio do concreto, da brincadeira, de resolução de situação problema, pautada no diálogo aberto. Atividades integradas à concepção de aprender fazendo foram adotadas durante todo o percurso letivo, pois a compreensão do contato direto reporta a uma significação maior na aprendizagem. A seguir apresentamos os projetos vivenciados no intuito de dividir com todos as nossas conquistas:

Carnaval
Teve início logo após o período de adaptação. Uma festa considerada fenômeno contribuinte para a formação da cultura brasileira, onde se tem boa música, bandas rítmicas, instrumentos de percussão e fantasias, que ofertam uma ampla área de atuação de trabalho com as crianças da Educação Infantil. Dentre as atividades vivenciadas estão:
·         Confecção de máscaras e colares;
·         Instrumentos de percussão,
·         Festa carnavalesca.


Páscoa
Sendo, uma festa cristã a páscoa tem perdido nos últimos anos a sua real significação, por isso, o projeto realça o sentido espiritual desta festa. Propiciando que as crianças vivenciasse em suas atividades diárias o verdadeiro significado desta data como elemento das tradições religiosas da humanidade. Deste modo as atividades vivenciadas em torno desta temática foram:
·         Confecções de máscaras, móbiles e dedoches;
·         Grafismo – levando o coelho a sua toca e a sua cenoura;
·         Quebra cabeça do coelho;
·         Pintura facial;
·         Confecção de painéis com os símbolos pascais
   
Dia do Índio
Permitir as crianças o contato maior com a cultura indígena e aprender a valorizá-la foram o objetivo do projeto, Dia do Índio. Que contou com atividades como:
·         Conversação sobre os índios e seu modo de viver (trajes, alimentação, danças, etc.)
·         Montagem de cartazes com índios confeccionados com papeis de carimbagem de mão,
·         Colagens de palhas, farinha de mandioca, etc. em construção de ocas;
·         Confecção de cocares
·         Entoação de cantigas envolvendo a cultura indígena;
·         Criação alguns objetos e instrumentos indígenas de artesanato com palha.
  

Dia das Mães
Hoje na composição familiar existe uma sequência de diversificações da figura da mãe, que a escola tem que abordar de forma peculiar para ofertar as crianças um projeto sobre MAE que releve a importância desta figura na formação do seu humano. Sua execução foi iniciada em maio sendo concebida com um conjunto de atividades articuladas entre a escola e a família, mas precisamente com as mães.  Foram desenvolvidas ações como:
·     Pesquisa com a mamãe sobre o que gostam, trabalham etc. Realizadas através de imagens e pinturas de objetos e situações que reportassem sua própria mãe;
·         Confecção de cartões com mensagens para a mamãe;
·         Montagem de uma boneca representativa da mãe;
·         Colagem (recortes e colagem de figuras de revistas);
·         Festa comemorativa oferecida às mães com dinâmicas variadas;
   

Festas Juninas
As comemorações Juninas são uma excelente oportunidade de engajar diversas atividades interdisciplinares e ampliar o universo linguístico, o papel da instituição educativa consiste na valorização das tradições, marcado pelas fogueiras, dança de quadrilhas, colheita do milho. Deste modo foram realizadas atividades voltadas para essa compreensão, tais como:
·         Trabalho de leitura e memorização da quadrinha "Cai, cai balão”;
·         A pescaria,
·         Entoação de músicas com caracterização dos personagens;
·         Brincadeira do passa chapéu;
·         Brincadeira cadê meu par- as crianças procuram seus sapatos em uma pilha;
·         Dança dos pezinhos
·         Festa comemorativa com sorteio de balaio junino.
     

Dia dos Pais
A atual dinâmica social da figura paterna sofreu alterações significativas, por vista disso, o projeto Pais objetivou resgatar a valorização desta figura tão importante. Então foram organizadas atividades como:
·         Construção um grande coração com a palavra pai no centro, onde as crianças ditam uma qualidade do papai;
·         Confecção de lembrancinhas para o papai;
·         Festival da canção em Cd com fotos do filho e música.

Folclore
O folclore permeia a vivência cultural das crianças e cria uma abertura para a experiência de modo ativo e solidificado dentro dos eixos de aprendizagem, harmonizando atividades concretas e experimentais, a fim de sistematizar conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais, e estes foram utilizados como ponto de partida para a organização de atividades interdisciplinares para o desenvolvimento cognitivo, afetivo e cultural das crianças. O projeto FOLCLORE compreende o valor sócio- cultural nas diversas representações do real, objetivando liberdade para assegurar a apropriação e a construção do conhecimento por todos, oferecendo um ambiente que estimule à comunicação verbal que leva em consideração a singularidade das ações infantis e o direito a brincadeira. Por isso, foram oferecidas atividades como:
·         Leituras e recontagem de Lendas folclóricas;
·         Leitura e recitação de Parlendas; Trava-língua e Adivinhações;
·         Realização de brincadeiras folclóricas;
·         Confecção de fantoches e máscaras.

Dia da Árvore
Outra sequencia didática de real significação deu-se na temática: Dia da Árvore, durante a semana foram vivenciadas as atividades como:
·         Plantação de grãos de feijão para observação do processo de germinação,
·         Confecção de painéis com árvores construídas a partir da pintura e colagem de decalques de mãos;
·         Visita a maiores árvores da cidade do centro do município, ressaltando sempre a preservação ambiental como aporte a sobrevivência humana sobre a terra.
    
Dia das Crianças
A Semana da Criança foi elaborada com muitas brincadeiras, pipoca, etc. A proposta de trabalho ateve-se em estabelecer uma ligação direta entre ensino-aprendizagem lúdica, valorizando as crianças como produtoras de seus conhecimentos.  Diante deste fator, as atividades realizadas culminaram em ressaltar a peculiaridades desta fase da vida.
·         Trabalho do gênero receita e preparo de mini- pizzas;
·         Realização de piquenique;
·         Construções diversas em artes;
·         Banho de piscina
·         Mini- gincana
    
Independência do Brasil- 7 de Setembro
Na maioria das cidades acontece o desfile no dia 7 de setembro pelas ruas, ao som de músicas chamadas marchas e dobrados, e a Creche participou deste evento em Jaqueira sob o tema: O mundo encantado da criança! As atividades desenvolvidas em sala constituíram-se de:
·         Entoação da à marchinha do Soldado com os alunos,
·          Confecção de chapéus e espadas feitas de jornais.
·         Pinturas temáticas;
·         Confecção de quebra-cabeça.

Consciência Negra
O projeto foi elaborado no sentido de promover um conhecimento mais aprofundado sobre a importância da contribuição dos africanos na cultura brasileira, principalmente no mundo infantil. O foco principal do projeto esteve em:
·         Contagem de contos africanos;
·      Danças, músicas e adereços africanos, onde os alunos participaram de audição de músicas e produziram desenhos.
·         Brinquedos e brincadeiras de origem africana, exatamente com confecção de chocalhos,
·         Confecção cartazes com fotos/imagens retratando da diversidade a cultura negra.

Natal
Realizada no âmbito da Creche, essa ação constou de oficinas de arte cujo produto foi utilizado para confecção de uma coleção de cartões de natal, lembrancinhas e festa com entrega de presentes as crianças.

                              
        Partindo desta perspectiva, a rotina da Creche articula-se também com sequencias didáticas realizadas dentro de temas relativos ao mundo infantil, bem como, perpassa ao social e emocional. Dentro das temáticas: Higiene, Saúde e Alimentação Saudável foram desenvolvidas atividades de conversação e exploração de situações diárias vivenciadas pelas crianças.
·         Degustação de alimentos de origem vegetal-frutas, bem como a mobilização de tais gêneros nos lanches trazidos de casa pelas crianças;
·         Confecção de quadro de guloseimas mais presentes no lanche das crianças, etc.
Abordou-se também no mesmo eixo a realização de visitas periódicas de dentista comunitário na creche onde se realizou:
·         Aplicação de flúor na arcaria dentaria das crianças;
·         Recebimento de kit dental com pasta de escova para o uso na instituição educativa.
·         Participação na feira de orientação e exposição de temas relacionados à saúde realizada pela Secretária de Saúde do município. 
       A ideia fundamental da recreação dirigida é garantir as crianças acesso a um direito fundamental: o direito de brincar, de movimentar-se livremente para a sua construção de conceitos relacionados a si e ao mundo físico e social. Por isso  brincadeiras de todas as origens são destacadas nas vivencias na Creche: Percursos e trajetos, Confecção de massinha de modelar, Amarelinha, Toca do coelho,  Cirandas, Passa anel,  Boca de forno,  Estátua,  Passarai,  Atividades com bolas,  Imitação,  Bolinhas de sabão, Corridas, Cordas, etc.
      
        Os resultados obtidos pelas atividades vivenciadas no ano letivo de 2011 foram alcançados através de uma postura didática voltada ao compartilhamento de ideias entre o corpo docente, os indicadores de desempenho do sucesso alcançado pela Creche Municipal Vivendo a Infância foram visíveis o tempo todo, o que permitiu uma avaliação contínua durante todo o período letivo, de forma coletiva. Concebe-se, portanto, que não foi à teoria que fez a prática, mas, esta se incumbiu de fornecer instrumentos para uma ação pedagógica eficaz disseminadas em práticas de trabalho participativos da gestão. 

HABILIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO FUNDAMENTAL - 4ª SÉRIE / 5º ANO



 Situações de leitura de textos

Contexto do texto
·         Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.
·         Identificar o possível portador ou leitor de um texto, considerando sua forma, assunto, tema, função, indícios gráficos, notacionais, imagens, títulos etc.

Articulação do texto
·         Localizar informações explícitas em um texto.
·         Identificar o tema de um texto.
·         Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados.
·         Distinguir, em um texto, um fato da opinião relativa a esse fato.
·         Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a sua continuidade.
·         Estabelecer relação causa /conseqüência entre partes e elementos do texto.
·         Organizar, na seqüência em que aparecem, itens de informação explícita, distribuídos ao longo de um texto.
·         Inferir o sentido de uma palavra ou expressão, considerando o contexto delas no texto.
·         Inferir informação implícita em um texto.
·         Interpretar texto com auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos, foto, etc.).
·         Selecionar legenda ou título apropriado para um texto escrito ou uma foto.

Relação entre textos ou intertextuais
·         Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos de um mesmo tema, em função das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido.

Conhecimentos lingüísticos
·         Identificar as marcas lingüísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.
·         Identificar padrões ortográficos na escrita das palavras, com base na correlação com um dado exemplo
·         Formular hipóteses sobre o uso das categorias dos nomes (gênero / número) ou dos processos derivacionais de palavras.

Texto literário
·         Identificar uma interpretação adequada para um determinado texto literário.
·         Identificar os diferentes elementos que estruturam o texto narrativo literário: personagens, marcadores de tempo e de localização, o conflito gerador do enredo, seqüência lógica dos fatos, modos de narrar (1ª e 3ª pessoa); adjetivação na caracterização de personagens, cenários e objetos; modos de marcar o discurso alheio (discurso direto / indireto).
·         Identificar o enunciador do discurso direto, em um segmento de narrativa literária.
·         Identificar o efeito de sentido produzido em um texto literário, decorrente do uso de pontuação expressiva.
·         Identificar o efeito de sentido produzido em um texto literário, decorrente do uso de uma determinada palavra ou expressão.
·         Inferir o efeito de sentido produzido em um texto literário, decorrente da exploração de recursos gráficos, ortográficos e/ou morfossintáticos.
·         Inferir a moral de uma fábula.

Situações de produção de textos
·         Produzir um relato de experiência pessoal vivida com base em proposta que estabelece tema, gênero, linguagem, finalidade e interlocutor do texto

MATEMATICA
Números e Operações
·         Identificar a localização de números naturais na reta numérica.
·         Relacionar a escrita numérica às regras do sistema posicional de numeração.
·         Escrever um número natural pela sua decomposição em forma polinomial.
·         Identificar diferentes representações de um mesmo número racional.  
·         Identificar a localização de números racionais representados na forma decimal na reta numérica.
·         Identificar fração como representação que pode estar associada a diferentes significados (parte/todo, quociente, razão).
·         Identificar a fração decimal correspondente a um número decimal dado e vice-versa.
·         Ler e escrever por extenso, números decimais até a ordem de milésimos.
·         Calcular o resultado de uma adição ou subtração de números naturais: adição sem reserva e com reserva; subtração sem recurso e com recurso (algoritmo).
·         Calcular o resultado de uma multiplicação ou divisão de números naturais: multiplicação sem recurso e com recurso, por um fator de um e dois algarismos e divisões exatas e inexatas por cociente de um e de dois algarismos.
·         Calcular o resultado de uma adição e/ou subtração de frações de mesmo denominador.
·         Calcular o resultado de uma adição e/ou subtração de números decimais.
·         Resolver problemas envolvendo a adição ou a subtração, em situações relacionadas aos seus diversos significados.
·         Resolver problemas envolvendo a multiplicação e a divisão, especialmente em situações relacionadas à comparação entre razões e à configuração retangular.
·         Resolver problemas utilizando a escrita decimal de cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro.
·         Resolver problema envolvendo noções de porcentagem (10%, 25%, 50%).

Espaço e Forma
·         Descrever a localização e a movimentação de pessoas ou objetos no espaço, em diversas representações gráficas, dando informações sobre pontos de referência e utilizando o vocabulário de posição (direito-esquerda, acima/abaixo, entre, em frente/atrás)
·         Descrever a localização e a movimentação de pessoas ou objetos no espaço, em representações gráficas que usam pares ordenados e percursos com indicação de 1/2 de volta e de 1/4 de volta completa, de um ângulo reto.
·         Identificar formas geométricas tridimensionais como esfera, cone, cilindro, cubo, pirâmide, paralelepípedo ou, formas bidimensionais como: quadrado, triângulo, retângulo e círculo.
·         Caracterizar poliedros (cubos, paralelepípedos e pirâmides) quanto ao numero de faces, vértices e arestas.
·         Identificar semelhanças e diferenças entre polígonos, usando critérios como número de lados, número de ângulos.
·         Relacionar figuras tridimensionais com suas planificações.
·         Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais pelo número de lados, pelos tipos de ângulos.
·         Identificar quadriláteros observando as posições relativas entre seus lados (paralelos, concorrentes, perpendiculares).
·         Identificar simetria axial e de rotação na leitura das representações dos objetos no dia-dia e das figuras geométricas.

Grandezas e Medidas
·         Identificar horas e minutos, por meio da leitura de relógios digitais e de ponteiro.
·         Reconhecer unidades de medida usuais de comprimento, de superfície, de capacidade, de massa, de tempo e de temperatura.
·         Estimar a medida de grandezas utilizando unidades de medida convencionais ou não.
·         Efetuar cálculos envolvendo valores de cédulas e moedas em situações de compra e venda.
·         Estabelecer relações entre unidades de medida de tempo.
·         Resolver problemas significativos utilizando unidades de medida padronizadas como km/m/cm/mm, kg/g/mg, l/ml.
·         Resolver problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas.
·         Resolver problema envolvendo o cálculo ou estimativa de áreas de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas.

Tratamento da Informação
·         Ler e/ou interpretar informações e dados apresentados em tabelas e construir tabelas.
·         Ler e/ou interpretar informações e dados apresentados em gráficos e construir gráficos (particularmente gráficos de colunas e de setores).

GEOGRAFIA

Construir conceitos para a compreensão do tempo e do clima.
·         Reconhecer grandezas e instrumentos que possibilitam a investigação do tempo atmosférico e do clima.
·         Ler adequadamente informações sobre o tempo atmosférico apresentadas em gráficos, fotos, mapas ou diagramas.
·         Associar informações e medidas meteorológicas ao clima de diferentes regiões.

Construir conceitos para a compreensão da origem e características das rochas e minerais.
·         Reconhecer tipos de rochas conforme suas características físicas, podendo associá-las aos ambientes de origem, aos seus usos ou a resultados de experimentação.
·         Reconhecer vulcões, terremotos e tsunamis como conseqüências de transformações ocorridas no interior do planeta. Analisar criticamente situações-problema sobre impacto ambiental ou exemplos reais de exploração predatória de reservas minerais.
·         Associar vulcanismo, erosão e compactação aos processos de formação de rochas.

Reconhecer na paisagem, elementos da vida social e do ambiente natural, assim como estabelecer relações espaciais topológicas e projetivas, localizações, distâncias e a orientação geográfica, por meio de diferentes representações imagéticas (cartografia, fotografias, pinturas etc.).
·         Identificar na paisagem elementos de referência para a localização, orientação e distância segundo o olhar cinemático (em movimento).
·         Reconhecer nos mapas a representação dos elementos do espaço como uma visão vertical em contraposição com a visão frontal e panorâmica.
·         Utilizar mapas simples, croquis e roteiros gráficos como meio para compreender noções de distância, direção, proporção, localização e orientação geográfica.
·         Relacionar os pontos de referência na paisagem local segundo diversos olhares de modo a deslocar-se com autonomia.
·         Ler e classificar as informações de representações cartográficas simples, tais como mapas políticos e o globo terrestre.

Reconhecer na paisagem e no lugar diferentes manifestações da natureza, considerando os fenômenos do mundo inorgânico e orgânico e perceber a sociedade como agente transformador do ambiente natural, de modo a construir referências que respaldem a consciência em defesa da melhoria do meio ambiente.
·         A partir da observação de uma ilustração descrever as diversas formas socioeconômicas e culturais presentes na transformação da paisagem
·         Identificar na paisagem elementos da natureza local considerando clima, relevo, hidrografia, vegetação e fauna de uma dada região.
·         Classificar e ordenar problemas ambientais em um dado lugar e identificar possíveis ações para a preservação do ambiente.
·         Localizar e classificar similaridades e distinções na comparação de uma dada sociedade com outros grupos sociais no modo como transformam a natureza. 
·         A partir de textos simples, reconhecer formas e possibilidades de se relacionar e transformar a natureza condenando desperdícios e uso predatório da natureza.

Reconhecer as relações diretas e indiretas que as sociedades estabelecem como espaço nas suas diversas dimensões: o território, as paisagens, o lugar e o cotidiano, com omeio de conhecer as características gerais da geografia do Brasil e do Mundo, considerando a sua diversidade sócio-cultural, tecnológica e natural.
·         Identificar por intermédio de iconografias ou textos, similaridades e distinções entre acidade e o campo, considerando a economia, formas de habitat, cultura e condições do meio geográfico nas diferentes regiões do Brasil.
·         A partir de textos simples, identificar as funções que os transportes e a circulação de informações assume na integração entre as cidades e o campo e entre o lugar e outros lugares e regiões.
·         Considerando os meios de transporte e comunicação localizar em uma dada paisagem, indicativos da integração entre a realidade apresentada e outras regiões.


CIENCIAS

Construir conceitos para a compreensão de conteúdos relativos à diversidade animal.
·         Comparar características de seres humanos e animais vertebrados em diferentes fases do seu desenvolvimento
·         Distinguir características morfológicas e fisiológicas de plantas e animais, a partir de informações fornecidas em ilustrações e textos.
·         Identificar artrópodes (crustáceos, aracnídeos e insetos) em ilustrações ou fotos.
·         Classificar animais em grupos, a partir de critérios dados.
·         Comparar diferentes aparelhos bucais de animais, associando-os às diferentes formas de alimentação.

Construir conceitos para a compreensão de conteúdos relativos às características e à dinâmica de diferentes ecossistemas.
·         Reconhecer, em textos e representações figurativas, a natureza cíclica das transformações da água na natureza, inclusive em sistemas experimentais.
·         Reconhecer características de biomas e ecossistemas brasileiros quanto a sua fisionomia, flora, fauna, clima e outras características marcantes
·         Explicar processos de formação, desgaste ou manutenção dos solos, levando em conta intemperismo e outros agentes naturais e a ação humana.
·         Explicar características do solo, como permeabilidade ou fertilidade, e suas alterações em situações experimentais ou do cotidiano, em ambientes naturais ou transformados pelo ser humano.
·         Associar comportamentos ou estruturas adaptativas dos seres vivos aos ambientes que habitam, sejam aquáticos ou de terra firme.
·         Reconhecer fluxo de energia e transferência de matéria em cadeias e teias alimentares.
·         Interpretar situações de desequilíbrio nas teias alimentares em função das mudanças no ambiente: introdução ou extinção de espécies, aumento ou diminuição excessiva de água, redução do espaço disponível, presença de poluição
Construir conceitos para a compreensão de materiais e substâncias do seu cotidiano.
·         Reconhecer a presença de algumas substâncias ou materiais como água, álcool, óleos e metais em ferramentas ou utensílios de uso cotidiano.
·         Diferenciar misturas a partir da presença ou não de diferentes fases.
·         Indicar o uso adequado de substâncias e materiais em circunstâncias determinadas, com base em informações sobre suas propriedades

Construir conceitos para a compreensão da estrutura básica e do funcionamento do corpo humano.
·         Reconhecer características dos vertebrados, estabelecendo comparações como esqueleto humano.
·         Identificar a localização dos principais órgãos e aparelhos do corpo humano em representações figurativas.
·         Identificar etapas pelas quais o ser humano passa durante sua vida, destacando suas características específicas
·         Associar a realização de movimentos à ação de músculos, ossos e nervos
·         Selecionar hábitos e ações que contribuem para a manutenção e melhoria da saúde, em situações cotidianas.
·         Explicar aspectos básicos das funções de nutrição do organismo humano.

Construir conceitos para a compreensão dos fenômenos de utilização da eletricidade.
·         Identificar medidas e procedimentos de consumo responsável em situações cotidianas de uso de energia.
·         Reconhecer, em situações do cotidiano, condições ou circunstâncias nas quais materiais condutores ou isolantes de calor ou eletricidade.
·         Interpretar resultados de experimentos envolvendo condutores, isolantes e circuitos elétricos simples.

Construir conceitos para a compreensão e reconhecimento de equipamentos que se utilizam de máquinas simples e das vantagens deste uso.
·         Identificar máquinas simples, reconhecendo suas finalidades.
·         Reconhecer, em situação-problema, dispositivos mecânicos que facilitam a realização de trabalho.
·         Prever o funcionamento de máquinas simples ou arranjos de máquinas.
Construir conceitos para a compreensão de conteúdos relativos ao céu, ao universo e ao Sistema Terra-Sol-Lua.
·         Reconhecer descrições de galáxias, estrelas, planetas e satélites.
·         Comparar, a partir de dados fornecidos em tabelas, ilustrações figurativas ou textos descritivos, as características da Terra (tamanho, temperatura, períodos de rotação e translação, presença de atmosfera, de vida, etc.) com as dos demais planetas.
·         Associar os tipos de informação ou dados sobre o céu às formas de observação e os principais instrumentos usados em Astronomia (telescópios, lunetas, satélites ou sondas).
·         Reconhecer descrições ou aplicar linguagem científica, nomes, gráficos, símbolos e outras representações relativas ao Sistema Terra-Sol-Lua.
·         Relacionar diferentes fenômenos cíclicos como dia-noite, estações do ano e eclipses aos movimentos da Terra e da Lua.
·         Relacionar informações sobre as características da Terra (temperatura, atmosfera, pluviosidade, etc.) com o surgimento e evolução da vida
·         Prever as fases da Lua, considerando suas formas no hemisfério sul e a duração de cada uma das quatro fases principais.

Construir conceitos para a compreensão de conteúdos relativos à estrutura e à fisiologia das plantas, destacando características adaptativas às condições ambientais e diferentes modalidades de uso (alimentos, energia etc.)
·         Reconhecer em textos ou ilustrações etapas do ciclo vital de vegetais com sementes: germinação, crescimento, florescência, polinização e frutificação.
·         Reconhecer características adaptativas de diferentes seres vivos aos ambientes em que se desenvolvem.

Construir conceitos para a compreensão de conteúdos relativos ao mundo microscópico, destacando processos dos quais participam determinados microorganismos (doenças, apodrecimento de alimentos, etc.).
·         Identificar as doenças humanas comuns causadas por microrganismos, gripes, resfriados, micoses, diarréias e outras
·         Aplicar o conceito de decomposição pela atividade de bactérias e fungos para explicar situações naturais ou experimentais de apodrecimento de alimentos ou restos de seres vivos.
·         Comparar tamanhos de seres vivos e de suas estruturas, estabelecendo relações em escala, sem necessidade de conhecer valores de medidas.
·         Interpretar dados e informações sobre a disseminação de doenças infecto-contagiosas, comuns em nosso cotidiano.
·         Identificar condições de vida e de reprodução de microorganismos, a partir de resultados de experimentos.

HISTORIA

Compreender as características básicas da sociedade, a partir de fontes e documentos de Varia da natureza e estabelecer relações entre os elementos que constituem a sociedade atual e as raízes históricas de sua constituição.
·         Identificar, a partir de fontes e documentos de variada natureza, o processo de formação histórica do Distrito Federal, agentes sociais nele envolvidos e características socioculturais da sociedade brasiliense.
·         Reconhecer a importância de aplicar os conteúdos aprendidos na escola a intervenções solidárias na realidade, com o objetivo de garantir o respeito aos valores e direitos humanos.
·         Reconhecer, a partir de documentos diversos, a participação das principais matrizes étnico-raciais responsáveis pela formação histórico-cultural da sociedade brasileira (principalmente, indígenas, europeus e africanos).
·         Valorizar a diversidade étnico-cultural que caracteriza a sociedade brasileira e reconhecer sua importância para a preservação da identidade dos grupos sociais e fortalecimento da democracia.
·         H05. Estabelecer relações entre as condições de vida do grupo familiar e da comunidade e os processos históricos de sua constituição.
·         Identificar os principais traços da organização política do Distrito Federal, reconhecendo o papel das Leis em sua estruturação e funcionamento.
·         Identificar e analisar, a partir de documentos de variada natureza, as principais características das atividades econômicas, responsáveis pelo processo de ocupação do território brasileiro ao longo da história.
·         Relacionar o conhecimento aprendido na escola a práticas de convivência social assentada no comportamento ético, como base para conquista e o exercício da cidadania
·         Identificar, a partir do Estatuto da Criança e do Adolescente os principais direitos e deveres individuais.

A partir das relações cotidianas mais imediatas, compreender as diferenças entre o tempo do indivíduo e as temporalidades histórico-sociais e reconhecer a formação das sociedades contemporâneas como resultado de interações e conflitos de caráter econômico, político e cultural.

·         Analisar, criticamente, os acontecimentos e movimentos políticos do passado e do presente, identificando suas principais conseqüências para o processo de formação da sociedade brasileira.
·         Reconhecer a importância dos movimentos coletivos e de resistência para as conquistas sociais e preservação dos direitos dos cidadãos ao longo da história.
·         Identificar as principais conseqüências da construção de Brasília para o processo de ocupação territorial do Brasil.
·         Relacionar o patrimônio arquitetônico e paisagístico do Distrito Federal aos diferentes contextos históricos de sua constituição e transformação.
·         Reconhecer as principais características da organização política do Distrito Federal
·         Perceber as diferenças entre o tempo do indivíduo, o tempo das instituições sociais (família, escola, igreja, fábrica, comunidade) e o tempo histórico mais amplo (épocas e séculos).
·         Estabelecer relações entre os principais elementos que caracterizam o processo de formação das instituições políticas e sociais ao longo da história, aplicando conceitos de permanência e ruptura.
·         Estabelecer relações entre as transformações tecnológicas e as mudanças no mundo do trabalho