sexta-feira, 16 de agosto de 2013

PROJETO DIDÁTICO

TERESA VALDEVINO FERREIRA


ÁREAS
  Língua Portuguesa
  Matemática
  Geografia
  Artes

ANO
  
UNIDADE
  
TEMPO
 10 aulas (50 minutos cada)

MINHA CASA, MEU CANTINHO!
OBJETIVOS DE LÍNGUA PORTUGUESA
Conhecer, utilizar e valorizar os modos de produção e circulação da escrita na sociedade
Identificar a finalidade e funções da leitura, em função reconhecimento do suporte, do gênero e da contextualização do texto;
Respeitar a diversidade das formas de expressão oral manifesta por colegas, professores e funcionários da escola, bem como por pessoas da comunidade extra-escola;
Realizar com pertinência tarefas cujo desenvolvimento dependa de escuta atenta e compreensão;
Dominar as relações entre grafemas e fonemas;
Dominar convenções gráficas;
Compreender e valorizar o uso da escrita com diferentes funções, em diferentes gêneros;
Escrever segundo o princípio alfabético e as regras ortográficas.

CONTEÚDOS DE LÍNGUA PORTUGUESA

LITERATURA

Compreensão de ações, valores, procedimentos e instrumentos que constituem o mundo letrado.

Integração e participação ativa na cultura escrita pela ampliação de convivência e do conhecimento da língua escrita.

LEITURA E COMPREENSÃO DE TEXTO

 Identificação: do gênero; finalidade; do suporte;

ORALIDADE

Planejamento da fala considerando o objetivo de quem fala, expectativa e disposições de quem ouve, ambiente em que a fala acontecerá;
Ouvir com atenção e compreensão

PRODUÇÃO DE TEXTO
Reconhecimento sobre a finalidade/função de textos de diferentes gêneros;
Domínio das regularidades e irregularidades ortográficas.


ANÁLISE E SISTEMATIZAÇÃO LINGUÍSTICA (GRAMÁTICA)

Emprego da letra maiúscula nos nomes próprios e inicio de frase;
Utilização de regras ortográficas básicas de escrita e de regras de pontuação (interrogação, exclamação, ponto final);
Organização do próprio texto de acordo com as convenções de escrita (parágrafo, margem, título, noções básicas de pontuação).

OBJETIVOS DE MATEMÁTICA

Resolver situações-problema que envolva diferentes significados das operações de adição, subtração, multiplicação e divisão com números naturais, por meio de estratégias não convencionais ou convencionais de cálculo;
Descrever a localização e a movimentação de pessoas e objetos no espaço;
Ler e interpretar tabelas e gráficos

CONTEÚDOS DE MATEMÁTICA
NÚMEROS E OPERAÇÕES
 Utilização das regras do Sistema de Numeração Decimal para interpretar, comparar e ordenar quantidades por meio de seus registros nesse sistema;

ESPAÇO E FORMA
Interpretação e representação da posição de um objeto a partir da análise de malhas, planas ou mapas;

TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO
Coleta e organização de dados em tabelas e gráficos.

OBJETIVOS DE GEOGRAFIA
Reconhecer diferentes tipos de moradia humana;
Valorizar a importância da moradia;

 CONTEÚDOS DE GEOGRAFIA
Meio ambiente e sustentabilidade;
Organização do Espaço Geográfico;
Representação simbólica.

OBJETIVOS DE ARTES
Proporcionar ao educando a compreensão da arte como um fato histórico contextualizado nas diversas culturas, buscando e organizando informações sobre a mesma.

CONTEÚDOS DE ARTES
O ser humano como produtor de arte;
 Esculturas bidimensionais e tridimensionais

RECURSOS DIDÁTICOS
ü  O livro: Os três porquinhos e a Casinha do Tatu
ü  Filme: Os três porquinhos
ü  Fotos, gravuras;
ü  Televisão;
ü  Lápis, pincéis, giz, etc.;
ü  Cartolinas, papel 40, etc.;
ü  Jornais, revistas;
ü  Pesquisa de campo;
ü  Exercícios variados;
ü  Tintas guache, canudos;
ü  Palitos de picolé, fósforos, etc.
ü  Caixas de vários tamanhos
ü  Aulas passeios, etc.

ESTRUTURA DO PROJETO

1ª Etapa
Levante os conhecimentos prévios dos alunos sobre moradias, com indagações:
ü  Qual a função da casa onde moramos?
ü  De que ela é feita?
ü  Existem outros tipos de casa? Quais?
ü  Todos os seres humanos têm casa? Etc.
Exiba do filme Os três porquinhos, seguido de conversa sobre as casas que apareceram no filme e seus materiais de construção.
Proponha a produção de desenho sobre a história do filme com elaboração de frase sobre a importância da moradia, e em seguida, exponha no mural da sala de aula.
Realize uma leitura deleite do livro a casinha do Tatu

2ª Etapa
Exiba fotos de casas de vários formatos e materiais de construção distintos no centro da sala, para que as crianças observem e digam sobre o que elas pensam quando veem essas gravuras, alimente a discussão para que os alunos exponham o máximo de informações possíveis.
ü  O que aparece nas fotos?
ü  De que são feitas?
ü  Porque tantas diferenças entre elas?
ü  Vocês já viram casas assim?
Escreva em cartaz as informações que as crianças ditarem e exponha juntamente com as gravuras em sala.

Entregue uma lista com materiais de construção com erros ortográficos e peça que transcrevam com ortografia correta cada item da lista.

Proponha um ditado com os materiais de construção, utilize a atividade abaixo:
3ª Etapa

Leia os textos informativos: As habitações em outras épocas e Tipos de moradia.
Realize uma pesquisa de observação do entorno da escola para que os alunos visualizem os tipos de moradias existentes, e preencham o quadro da atividade abaixo:
As casas que cercam minha escola
Moradia
Casa

Prédio
Material de construção

Barro

Madeira
Gelo
Tijolo  
Tamanho
Pequena

Grande
Telhado
Brasilite

Laje
Telha de barro
Portas
Madeira

Alumínio
Janelas
Madeira

Alumínio
Cores
Azul

Vermelho
Amarelo
Branco
Verde
Marrom
Rosa





Divida a turma em grupos e peça que construam um gráfico para cada item pesquisado sobre a moradia. Ex.: As cores que mais aparecem na pintura das casas, etc.

4ª Etapa

Peça aos alunos que descrevam oralmente como é sua casa, de que é feita e as dependências que existe nela;


Proponha a leitura individual e depois compartilhada do texto informativo para ressaltar as informações ditas pelos alunos.

Realize as atividades impressas abaixo a fim de que os alunos relacionem cada móvel ao seu cômodo da casa
Entregue o questionário abaixo para ser respondido individualmente pelos alunos:

a) Onde fica sua casa? Escreva seu endereço.
b) Há quanto tempo você mora nesse lugar?
c) Quantas pessoas moram na casa com você?
d) O que você mais gosta na sua casa?
d) Você gosta da sua moradia? Por quê?
e) Se você pudesse mudar algo em sua casa, o que modificaria?
Peça que os alunos desenhem o itinerário de sua casa até a escola, destacando as casas que chamam sua atenção durante o percurso.


5ª Etapa

Peça os alunos que realizem uma pesquisa em livros e revistas recortando os tipos de casas e confeccionem cartazes com descrições escritas de suas construções;

Forme com os alunos uma roda de conversa sobre a função, diferenças e semelhanças arquitetônicas das casas em cartaz, iniciando uma discussão sobre os fatores econômicos e sociais como determinantes da moradia: - variações de construção       - infraestrutura       - saneamento básico     - iluminação            - pavimentação      - área de lazer.

Sugira a criação de fichas com tipos de casas e suas características e com representação pictórica para ser usadas como jogo da memória.

6ª Etapa
Peça aos alunos que leiam e relacionem cada item da atividade abaixo:

Sugira uma produção de um texto aos alunos: o que aprenderam sobre moradia.


Escolha um texto reproduza no quadro sem segmentação e proponha a turma que reescreva o texto efetuando a segmentação correta das palavras.


7ª Etapa

Proponha uma roda de adivinhas para os alunos com os tipos de casa e suas dependências. (Prepare adivinhas com os tipos de casa e suas dependências. Ex.: De madeira sou feita, na água fui construída, como me chamo?).
Realize uma oficina com confecção de casas e do mobiliário com caixas de diversos formatos, por meio do trabalho com papietagem, as atividades devem ser realizadas em momentos diferentes (início e final da aula);
Obs.: (papietagem consiste em colar papel sobre papel, formando camadas sobrepostas aplicadas sobre uma superfície dura).
Exemplos de mobiliário:




Exposição das casas e mobiliários confeccionados.


AVALIAÇÃO
A avaliação do ensino e aprendizagem será contínua, levando em consideração a evolução, participação, atenção e envolvimento com as atividades e o desenvolvimento crítico e reflexivo dos alunos durante o período do projeto.


REFERÊNCIAS

PLANO DE AULA - EDUCAÇÃO INFANTIL Minha casa. Disponível em: http://karlawanessa.blogspot.com.br/2012/02/plano-de-aula-educacao-infantil-minha.html Acesso em 29. Jul.2013.



PROJETO MORADIA A HISTÓRIA DAS MORADIAS. Disponível em: http://www.ensinar-aprender.com.br/2011/05/projeto-moradia-historia-das moradias.html Acesso em 29. Jul.2013.

ATIVIDADES SOBRE MORADIA PARA ENSINO FUNDAMENTAL E EDUCAÇÃO INFANTIL. Disponível em: http://www.os-pequeninos.com/2007/06/blog-post_9870.html Acesso em 29. Jul.2013

 

ATIVIDADES MORADIA. Disponível em: http://crisantoniol.blogspot.com.br/2011/03/atividades-moradia.html Acesso em 29. Jul.2013


PLANO DE AULA ENSINO RELIGIOSO

TERESA VALDEVINO FERREIRA

SÉRIE: 4º ano

CONTEÚDO CONCEITUAL: - Relações socioculturais-conflitos;
                                                     - Somos diferentes

OBJETIVO: Valorizar o diálogo, como a forma de resolver conflitos de maneira eficaz e principalmente, inteligente adotando no dia-a-dia, atitudes baseadas nos valores éticos, de solidariedade, de cooperação, de tolerância e de repúdio às injustiças, respeitando o outro e exigindo para si o mesmo respeito.

RECURSOS DIDÁTICOS:

Sapatos variados
Aparelho de som
CDs
Lápis
Papéis variados
Xerox da história em quadrinhos
Varal

METODOLOGIA:

 Momento: A professora iniciará a aula com uma roda de conversa e lançará a pergunta: É possível ser igual, mas diferente? Durante o diálogo incentivará sempre as colocações por partes dos alunos.

2º Momento: Em seguida realizará no pátio da escola a dinâmica: Sapato apertado. (Formar um círculo e pedir que as crianças tirem os sapatos do pé direito e troque com o colega, após calçar os pés dos calçados, andar pelo pátio no ritmo de uma música, que pode ser mais lento, mais rápido, correndo. Após retomar o lugar inicial, sentar e destrocar os sapatos.). 
Depois de realizado a dinâmica conversar sobre os sentimentos provocados pela dinâmica:
·         O que nos provocou estranhamento? Por quê?
·         O que significou andar com o sapato do outro? Foi fácil/difícil?
·         Como podemos relacionar isso com a nossa vida; com a dificuldade de colocar-se no lugar do outro; com nossas exigências e nossos preconceitos?
·         Se todos somos diferentes, por que temos tanta dificuldade de conviver com diferenças?

 3º momento: De volta a sala de aula a professora distribuirá a história em quadrinhos de Jacó e Esaú referenciado na Bíblia Sagrada GENESIS 25: 20-34, e pedirá que realizem a leitura em dupla respondendo as seguintes questões:

·         Que características Jacó e Esaú demonstraram ainda no ventre de sua mãe?

·         Que aparência você acha que Jacó e Esaú tinham quando eram jovens?

4º Momento: Logo após lançará a proposta de elaboração de uma lista com as características de cada um dos irmãos, para exposição em mural na sala.

5º Momento: Ao término da exposição à professora lerá a fábula: A Abelha Chocolateria de Katia Canton e relacionará com o texto bíblico, em um diálogo aberto e com atitudes conciliadoras de conflitos.
Era uma vez uma abelha que não sabia fazer mel.
- Mas você é uma operária! - gritava a rainha - Tem que aprender.
Na colmeia havia umas 50 mil abelhas e Anita era a única com esse problema. Ela se esforçava muito, muito mesmo. Mas nada de mel... Todos os dias, bem cedinho, saía atrás das flores de laranjeira, que ficavam nas árvores espalhadas pelo pomar. Com sua língua comprida, ela lambia as flores e levava seu néctar na boca. O corpinho miúdo ficava cheio de pólen, que ela carregava e largava, de flor em flor, de árvore em árvore.
Anita fazia tudo direitinho. Chegava à colmeia carregada de néctar para produzir o mais gostoso e esperado mel e nada! Mas um dia ela chegou em casa e de sua língua saiu algo muito escuro.
- Que mel mais espesso e marrom... - gritaram suas colegas operárias.
- Iac, que nojo! - esbravejaram os zangões.
Todo mundo sabe que os zangões se zangam à toa, mas aquela história estava ficando feia demais. Em vez de mel, Anita estava produzindo algo doce, mas muito estranho.
- Ela deve ser expulsa da colmeia! - gritavam os zangões.
- É horrorosa, um desgosto para a raça! - diziam outros ainda.
Todas as abelhas começaram a zumbir e a zombar da pobre Anita. A única que ficou ao lado dela foi Beatriz, uma abelha mais velha e sábia. Um belo dia, um menino viu aquele mel escuro e grosso sobre as plantas próximas da colmeia, que Anita tinha rejeitado de vergonha. Passou o dedo, experimentou e, surpreso, disse:
- Que delícia. Esse é o mais saboroso chocolate que eu já provei na vida!
- Chocolate? Alguém disse chocolate? - indagou a rainha, que sabia que o chocolate vinha de uma fruta, o cacau, e não de uma abelha.
Era mesmo um tipo de chocolate diferente, original, animal, feito pela abelha Anita, ora essa, por que não... Nesse momento, Anita, que ouvia tudo, esboçou um tímido sorriso. Beatriz, que também estava ali, deu-lhe uma piscadela, indicando que tinha tido uma idéia brilhante. No dia seguinte, lá se foram Anita e Beatriz iniciar uma parceria incrível: fundaram uma fábrica de pão de mel, juntando o talento das duas para produzir uma deliciosa combinação de mel com chocolate.

Moral da história: as diferenças e riquezas pessoais, que existem em cada um de nós, são singulares e devem ser respeitadas.

6º momento: Após todo esse debate a professora requisitará uma produção textual sobre a moral da história e relacionando as aprendizagens apreendidas nas atividades realizadas para exposição em varal temático.

AVALIAÇÃO: A avaliação ocorrerá de forma processual e progressiva, de modo a verificar o desempenho, a participação, o interesse e a aplicação do estudante no cumprimento das atividades, leituras e discussões, além da interação e empenho em seu grupo. 

AGENDA: Como atividade de Casa a professora proporá uma pesquisa usando as fontes que tiver a sua disposição. Por que os direitos do filho primogênito eram importantes nos tempos bíblicos?


REFERÊNCIAS:

 

Projeto didático: a ética no convívio escolar.   Disponível em: http://karlawanessa.blogspot.com.br/2010/05/projeto-didatico-etica-no-convivio.html Acesso em 06. Ago. 2013.


Plano de aula de Ensino Religioso. Disponível em: http://pertinhodedeusatividadesbiblicas.blogspot.com.br/2011/03/plano-de-aula-ensino-religioso.html  Acesso em 06. Ago. 2013.

Projeto Ética: Ética também se aprende na escola. Disponível em: http://www.karlawanessa.blogspot.com.br/#uds-search-results Acesso em 06. Ago. 2013.