sábado, 10 de janeiro de 2015

Sugestão de Atividades

NÚCLEO DE PESQUISA E ESTUDOS
AFRO-BRASILEIROS DO CEFET-MG . NEAB

Apresentamos algumas sugestões de atividades para que docentes e discentes possam refletir sobre a Abolição da Escravatura de 13 de maio de 1888 e sobre a situação social dos afrodescendentes na sociedade brasileira contemporânea. Em Novembro de 2009 apresentaremos sugestões para a Semana da Consciência Negra.
Essas atividades reforçam a necessidade de que a temática das relações etnicorraciais seja trabalhada como conteúdo multidisciplinar não somente no mês de maio, mas durante todo o ano letivo. Esperamos que este material seja utilizado no âmbito do CEFET-MG para a educação das relações etnicorraciais e como subsídio para o desenvolvimento de estratégias didático-pedagógicas capazes de aprofundar e ampliar o horizonte multicultural, interdisciplinar e transdisciplinar dos professores. Por fim, encorajamos os professores a apresentarem outras atividades dentro da temática e a modificarem e adaptarem as sugestões de atividades ao seu contexto e a de seus alunos, assim como às necessidades de cada Campi, Diretoria, Coordenação ou Programa.


1. LEITURA DO “POEMANIFESTO DO MOVIMENTO NEGRO”
a) Formação de Professores: Contribuições do poema para reflexões em torno da diversidade cultural e do protagonismo do povo negro no Brasil.
b) Português e Literatura: Estudo das estratégias de elaboração do poema pelo poeta afro-brasileiro Hermógenes de Almeida Filho.
Exploração da musicalidade do poema e sua aproximação do rap e do reggae
c)História: exploração da história da abolição e do trabalho escravo no Brasil; levantamento e estudo do sujeitos históricos e suas lutas em prol do reconhecimento do povo negro no Brasil
d) Sociologia: análise dos movimentos negros citados pelo autor e suas atuações e participações políticas
e) Geografia: povos africanos deslocados para o Novo Mundo e suas origens geográficas
f) Ciência e Tecnologia: contribuição do povo negro para o desenvolvimento social, das ciências e das artes.
Atividades lúdicas fora de sala de aula
Matemática: Levantamento do número de fatos e eventos destacados pelo Poemanifesto
Número de palavras relacionadas à repressão e aos anseios de liberdade expostas pelo poeta (REFLEXÃO).

2. ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA CULINÁRIA AFRICANA NA DIETA BRASILEIRA
a) Português e Literatura: Levantamento do léxico relacionado aos hábitos alimentícios e pratos típicos; os professores poderão incentivar o estudo e a pesquisa lexical dos ingredientes e pratos utilizados na culinária com intervenção africana, dos nomes e suas origens africanas; construção de cadernos de receitas de comidas e bebidas típicas com ilustrações e também a confecção de cartazes pelos alunos a serem expostos nos refeitórios; feijoada, quiabo, canjica, abará, bobó de camarão, xinxim de galinha, aluá, broa, acarajé, acaçá são algumas sugestões.
b) Biologia e Química: Estudo dos alimentos de origem africana mais consumidos e de seus efeitos no organismo; confecção de cartazes, com os resultados, pelos alunos a serem expostos nos refeitório ( Estudo das proteínas, carboidratos, lipídios, minerais etc, presentes nesses alimentos e sua importância.
c) História: processo de incorporação dos alimentos africanos e afro-brasileiros pela população em geral.
d) Geografia: à margem do tráfico: sementes e mudas trazidas da África para o Brasil e suas adaptações ao solo tropical.
e) Física: Os óleos vegetais africanos e a primeira revolução industrial.
f) Inglês: Incorporação do vocabulário africano no léxico de Língua Inglesa.
g) Como atividade geral, a escola poderá servir no almoço um prático típico afro-brasileiro, decorando o refeitório com os cartazes etc.

3. ESTUDO DO CONTO “PAI CONTRA MÃE”, DE MACHADO DE ASSIS
a) Português e Literatura: Estudo do autor sob o ponto de vista da sua representação como autor afro-brasileiro e sua inserção nas questões relacionadas à escravidão.
Estudo do conto sob a perspectiva das estratégias discursivas de Machado para tratar de temas polêmicos como o que aparece em “Pai contra mãe”.
Sites: http://babilonia.ulusofona.pt/arquivo/revista_4/pdf_rev4/Dossier_rita_neves.
pdf
No site, prof. portuguesa destaca a ironia e ambivalência presentes no conto machadiano
– análise muito interessante que recupera a não casualidade do personagem principal do conto se chamar Cândido, como um oposto do Cândido de Voltaire.
http://www.ucm.es/info/especulo/numero38/paimae.html
No site, uma análise sucinta do conto que destaca o engajamento social de Machado.
http://www.osfilmes.com.br/cronicamente/materias/estado4.htm
Site da Revista de História da Biblioteca Nacional – volume de maio de 2008 traz artigo do prof. José Américo Miranda sobre poema escrito por Machado para as comemorações da Abolição.
NÚCLEO DE PESQUISA E ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS DO CEFET-MG
http://www.revistadehistoria.com.br/v2/home/?go=detalhe&id=1591
http://www.freud-lacan.com/articles/article.php?url_article=lpdealencastro141105
Pai Contra Mãe, de Machado de Assis
www.dominiopublico.gov.br
b) Química, Biologia e História: Saberes empíricos: estratégias abortivas utilizadas pelas escravas. Plantas abortivas utilizadas pelos escravos: origens e difusão. Efeito da pressão, do terror e do medo de Arminda e suas interferências no aborto. Expectativas de sobrevivência das crianças escravas e os cemitérios dos anjinhos descritos pelos viajantes. Composição química de algumas plantas abortivas.
c) Geografia: descrição dos espaços do Rio de Janeiro como estratégia discursiva da ironia de Machado na denúncia dos horrores da escravidão.
d) Como atividade geral, a escola poderá projetar, depois do almoço, o filme Quanto Vale ou é por quilo?
Atividades que podem ser exibidas durante o intervalo ou no início das aulas, pela manhã e pela tarde, ou ainda serem expostas permanentemente durante a semana do evento.
a) Colocar músicas afro-brasileiras cujas temáticas contemplem uma reflexão sobre a temática em questão. Sugere-se que essas músicas sejam colocadas nos 15 minutos que antecedem o início das aulas pela manhã, durante o horário de recreio/intervalo, e no horário de saída.
b) Projeção de filmes cujas temáticas possam suscitar reflexão. No anexo 3 apresentamos a relação de alguns filmes com uma pequena sinopse.
c) Convidar, conforme a demanda e a oferta local, palestrantes, poetas, grupos de dança, grupos de capoeira, grupos de percussão e outros para se apresentarem durante o intervalo.
d) Inaugurar a estante temática de africanidades.
e) Fazer o plantio de uma árvore africana importante no Brasil, de acordo com as conveniências do Campus ou fazer a criação de um vaso ou jardim temático com plantas africanas que podem ser as plantas medicinais ou ornamentais, ou ainda as utilizadas em rituais.
f) Fazer exposição de trabalhos de alunos nos espaços adequados para isso, dando visibilidade às discussões feitas em sala de aula.
g) Propor levantamento de contextos relativos à permanência do negro na sociedade brasileira, na comunidade em que está inserido o campus, de acordo com as possibilidades locais, para serem feitas exposições.



Nenhum comentário: