sexta-feira, 30 de outubro de 2009

NATUREZA E SOCIEDADE

PLANO DE AULA: NATUREZA E SOCIEDADE

Tema: De onde vem e para onde vai o lixo? 

Objetivo:
Apresentar a natureza com suas belezas, curiosidades e fragilidades. 
Mostrar lados negativos e positivos da ação do homem e valorizar a preservação; 
Contribui para a formação de uma consciência ecológica infantil; 
Produzir textos com auxilio da professora;
Reconhecer e relacionar as formas geométricas aos formados de embalagens e objetos; 
Despertar a criatividade incentivando a expressão por meio de diferentes linguagens e materiais; 
Perseverar na busca de resolução de situações problemas; 
Confeccionar uma composição tridimensional

Conteúdo:
Linguagem oral e escrita;
Produção Textual;
O lixo; 
Coleta seletiva; 
As formas geométricas; 
Composição tridimensional. 

Materiais necessários: Livro “Lalá a latinha de lixo”, papel sulfite, lápis pilot, televisão, cartolinas, revistas, jornais, cola, lápis grafite, lápis de cor, giz de cera, sucatas variadas, papel laminado, EVA, cola quente, etc. Metodologia da ação pedagógica: Estas atividades serão desenvolvidas em seqüência didática na sala de aula e em passeios aos arredores da escola.

1° momento: Em roda a professora iniciará a aula fazendo a apresentação do livro “Lalá a latinha de lixo”, neste instante às crianças serão motivadas a fazerem interferências sobre o enredo a partir da leitura de imagem da capa do livro, também serão instigadas a observarem as cores, ilustrações, etc. Após este momento a professora comentará sobre autora, editora, explicando pontos relevantes de forma clara e concisa, em seguida ela fará a leitura do livro.

2° momento: Após a leitura as crianças serão levadas a interpretar os acontecimentos do livro por meio da oralidade com indagações: Qual o assunto do livro? Quais as conseqüências do lixo produzido por todos nós? De onde vem o lixo? Para onde ele vai? Neste momento a professora registra as respostas em cartaz. 

3º momento: Em seguida, a professora exibirá um pequeno vídeo sobre a produção de lixo e o seu destino. Logo após a professora proporá o confronto entre os conhecimentos prévios das crianças em cartaz com os conhecimentos adquiridos pelo vídeo, com indagações do tipo: As nossas respostas têm relação com os conhecimentos exposto no vídeo?

4º momento: Depois de toda essa discussão, a professora formará grupos e pedirá que eles confeccionem cartazes com ambientes poluídos (com lixo) e ambientes saudáveis (limpos). Ao término as crianças serão estimuladas a compararem esses ambientes. A professora auxiliará este processo perguntando: O que está acontecendo nesta cena? Este é um ambiente que contribui para uma vida saudável? O que levou este ambiente a ficar assim? De onde veio esse lixo? O que fazer para restaurá-lo?

5° momento: Depois de todas essas reflexões feitas sobre os impactos do lixo nos ambientes e suas conseqüências para o planeta, bem como para a saúde. As crianças serão convidadas para um passeio nas redondezas da escola, a fim de terem um contato com o mundo real, neste caso sua comunidade, eles serão estimulados a observarem o problema pelas ruas de seu bairro. Na volta a as crianças registrarão suas observações e analises através de escritos ou desenhos.

6° momento: Ainda no foco da investigação da produção e destino do lixo, as crianças serão levadas a observarem um ambiente ainda mais próximo: a sua escola. As crianças observarão o pátio antes e depois do recreio. Esta análise do ambiente pátio será mais aprofundada sugerindo um trabalho dos valores e atitudes de prevenção do meio. Porque o pátio está tão diferente do inicio da aula? (antes do recreio). Quem fez isto? Onde deveria ser depositado este lixo? E por que não foram depositados nas lixeiras? Estas indagações têm o objetivo de despertar o espírito critico e a consciência sobre nossos atos e atitudes sobre o ambiente.

7° momento: A professora solicitará o recolhimento do lixo e sua separação em plástico, papel, metal e orgânico, a fim de incorporar conceitos da coleta seletiva e como ela beneficia o ambiente, além de possibilitar a reciclagem de alguns materiais. A professora indagará: O que podemos fazer com este lixo? Será que dá para aproveitar alguns materiais que estão no meio desse lixo? Diante das respostas a professora proporá a confecção de brinquedos com alguns materiais, neste momento a professora aproveitará para trabalhar noções de matemática com atributos de alguns objetos: rolam, não rolam, tem pontas, é tridimensional, formato, etc.

8° momento: Em roda de conversa a professora retornará a leitura do livro “Lalá a latinha de lixo” agora o objetivo é mobilizar as crianças para soluções para o problema, bem como uma ligação direta com as soluções apresentadas para a situação descrita no livro. Depois as crianças listarão as soluções apresentadas por cada grupo. Serão debatidas as soluções e escolhida a melhor forma da sala ajudar o meio ambiente.

9° momento: Como produto das investigações, reflexões e socializações em torno da produção, destino e seus impactos ao planeta, as crianças juntamente com a professora produzirão faixas sinalizadoras com objetivo de serem afixadas nas paredes da escola. Ainda dentro desta temática de resolução, as crianças juntamente com a professora confeccionarão lixeiras seletivas e farão uma pequena dramatização do livro aos demais colegas da escola e uma exposição dos brinquedos confeccionados com materiais recicláveis. Este fechamento busca inserir a consciência ecológica as demais crianças da escola e ampliar essa discussão as demais turmas.

Avaliação: Avaliação terá um caráter diagnóstico quando visa ouvir as crianças no seu modo de pensa e suas estratégias de resolução, no acompanhamento da aprendizagem com observações e registros (a participação e comparação de diferentes registros utilizados pelas crianças) e formativo como investigação para repensar as ações planejadas em função de avanços e dificuldades das crianças.

Bibliografia: Vivências Integradas com o Meio Ambiente, Mylene Lyra Pedroso, Silvia Maria de Campos Machado, Marcelo de Queiroz Telles, Mário Borges da Rocha, 144 pág., Ed. Sá.

Um comentário:

Anônimo disse...

Took me time to read the whole article, the article is great but the comments bring more brainstorm ideas, thanks.

- Johnson