quinta-feira, 8 de setembro de 2011

MODALIDADES E PROGRAMAS DE ATENDIMENTO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL

ATENDIMENTO DOMICILIAR: atendimento educacional prestado ao portador de necessidades especiais em sua casa, diante de impossibilidade de sua freqüência à escola.

CLASSE COMUM: atendimento em ambiente escolar regular, no modelo de inclusão, sendo matriculados alunos com necessidades educacionais especiais que possuam condições de acompanhar e desenvolver atividades curriculares programadas para o ensino comum e que podem beneficiar-se delas.

CLASSE HOSPITALAR: ambiente hospitalar que possibilita o atendimento de crianças e jovens internados, portadores de necessidades especiais, que estejam em tratamento hospitalar.

CLASSE ESPECIAL: atendimento em sala de aula em escolas de ensino regular, organizado de forma adequada e em próprio, adequado ao processo de ensino-aprendizagem do alunado da educação especial, o professor especializado na área da deficiência mental utiliza métodos, técnicas, procedimentos didáticos e recursos pedagógicos especializados.

SALA DE RECURSO MULTIMIDIA: local com equipamentos, materiais e recursos pedagógicos específicos a natureza das necessidades educacionais especiais do alunado, no qual se oferece a complementação do atendimento educacional em classe comum, o aluno deve ser atendido individualmente ou em pequenos grupos, por professor especializado e em horário diferente do que freqüenta o ensino regular.

CENTRO INTEGRADO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL: serviço de apoio especializado de natureza pedagógica, ofertado nos estabelecimentos de ensino regular, com atividades desenvolvidas de acordo com áreas e necessidades dos alunos.

ENSINO COM PROFESSOR ITINERANTE: trabalho desenvolvido em várias escolas por professor especializado que periodicamente trabalha com educando portador de necessidades especiais e com o professor de classe comum, proporcionando-lhes orientação, ensinamentos e supervisão adequados.

ESCOLA ESPECIAL: instituição especializada, destinada a prestar atendimento psicopedagogico a educandos portadores de deficiências (mental, física, visual, auditivas, múltiplas) e de condutas típicas, onde são oferecidos profissionais qualificados, currículos adaptados, programas e procedimentos metodológicos diferenciados, apoiados em equipamentos e materiais didáticos específicos, esses alunos requerem atenção individualizada nas atividades da vida autônoma e social, alem de apoio intenso e continuo, flexibilização e adaptação curricular significativa.

SALA DE ESTIMULAÇÃO ESSENCIAL: local destinado ao atendimento do portador de deficiência de zero a três anos e de crianças que necessitem de um cuidado maior, onde são desenvolvidas atividades terapêuticas e educacionais voltadas para o seu desenvolvimento global.

OFICINAS PEDAGOGICAS-ENSINO PROFISSIONALIZANTES: ambiente destinado ao desenvolvimento de habilidades e aptidões, por meio de atividade de trabalho orientada para o ensino/aprendizagem nas diversas áreas do desempenho profissional.

Nenhum comentário: